domingo, 24 de maio de 2009

Simples Pecado


Eu não sei ser anjo, ser normalmente sociável, a minha vida não é feito de padrões e sim de paixões por coisas fúteis, se não fosse assim eu não te amaria. Adoro acordar e saber que tem mil coisas no dia e que posso me esconder de mim mesmo nessas atividades. Eu odeio domingo, odeio feriado e odeio a lerdeza do relógio, amo dormir e saber que não posso ser eu nesse momento, adoro dançar e interpretar varios personagens, amo pecar! Amo despir calçar o ALL STAR e dançar nu enfrente o espelho. Odeio ter que freqüentar lugares sociáveis do tipo, você tem que falar certinho e saber detalhes de atualidade, eu não entendo economia, não sou bom em matemática e nem sei rezar o terço. Obrigado!! Eu sou assim e não quero aprender nada de comum.
Eu queria pedir desculpa por ter meus futuros erros, também agradecer pelos passados! Eu juro continuar a pecar, amo olhar para um par de pernas, adoro observar aquele corpo que passa por mim, eu amo ser a vadia observadora.
Sou fruto impuro e direto do pecador maior, quando fui produzido, fizeram com exagero de desejos, o que era ingênuo tornou se carnal e fundamental. Quero bailar por instintos primitivos, beijar aquela boca vermelha e morde-la lentamente em concepção com universo, Quero ser a gota do orvalho que escorre por teu corpo, dos lábios aos pés, quero ser à força de atração entre nós, quero entender a gravidade sob ti.

Um comentário:

  1. agora sim...
    esse u gostei mto...
    esse sim....
    já copiei pra mim tbm...

    ResponderExcluir