quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

A única mulher que eu amei

à Marina Vieira

A felicidades que antes era estranha para nós, invade nossos dias
Ela hoje diz feliz!
Mas às vezes acho que ela tem duvidas de sua felicidade,
Mas ela finge está feliz, virgula,

Estranho meu amor carnal, tornou se afeto fraterno
Mesmo sabendo que ela já me condenou, crucificou
Eu gosto dela, amo implicá-la, discuti o sobre o motivo toscos
Alem da amizade, eternizou se uma amizade

Fico aqui imaginando a sua felicidade
Queria passar ai, lhe vê, cantar parabéns bem alto, nos gritooooos
Queria lhe desejar tudo de bom!
Queria te falar lindas palavras, mas não sou poeta
14/12/2008

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

fotos desbotadas


Em qual fonte eu deveria digitar? Qual seria a mais dramática? A mais triste? É eu acho que nenhuma.
Eu naveguei, eu te busquei, lhe desejei, mas nada foi suficiente. Nada lhe agradou nada lhe satisfez. Eu sou uma criança birrenta e idiota!!! Foi eu que: ficou preocupado com o que deveria dizer e o que não precisava, o que eu podia falar alto, no que poderia te irritar.
Mas nada foi valido e nem em vão! Por segundos eu me iludi e por segundo eu fui feliz. Enquanto eu aqui esperava, você se maquiava na doçura e na paixão. Quando cheguei e desejei toca você, segura a sua mão e dizer tudo. Já era tarde, você já estava acompanhado. E se divertia de mais para ver o que eu sentia.
Eu aqui brincado no balanço, mascaras caindo, eu de olhos abertos sem piscar para que nenhuma lagrima ouse molhar meu rosto. hoje não chove nem tem lua. Como o céu hoje dorme sem uma lua eu durmo com a faca no amor que eu sentia.
Amor? O escambauu! Eu lhe odiava e sempre lhe odeie, eu apenas queria te usar. Você achou mesmo que eu amaria você???? Enganou-se. Eu me apaixonei por sua carcaça imunda, por suas faltas de palavras por sua podridão de ser. E é do ridículo que você é, que eu curto você! TROUXA!
Vai lá seja feliz!! Pela sua felicidade eu torço, como eu desejo a felicidade para até os meus inimigos. Hoje eu nem sei se te amo, se te quero, se te odeio. Prefiro te ignorar.


Eu tenho fome!
fome de escrever sentimento.
Eu que criei, escrevi e escrevo o meu amor.
Sou eu que escrevo na minha carne via e crua teu nome todos os dias
Sou eu que bebo do seu veneno,
Que me iludo com olhares e sorriso


Sabe amor, se você beijasse ele e disse eu quero é ele. Eu iria sorrir para ti e dizer: “e daí” você não é eterno, nem esse sentimento.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Fraguimento (buh)

"...príncipes invadem o castelo mas não encontram a princesa

a bela dama que vive a tecer teias de ilusões

onde nenhum mortal atravessa,
ninguém a vê, ninguem a tem..."

(03/10/2008)

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Casamento de Cinderela

O Dia foi super estranho, a ansiedade e o meu misturam se um ao outro. Eu não estava como antes, estava mais calmo. Mais preparado, eu sorria, eu ria. Mas tremia! As horas voaram, já é o primeiro, já to maquiado, quase todo o elenco também... Divertir-me no vídeo. Fecham-se as cortinas... abre o coração em desespero!! Lavai nós rezar! “LIVRAIDOMAUAMEM” que rápido!!
EU SOU O PRIMEIRO, LA VAI EU ENTRAR... esqueci a fala.. ela voltou ta na hora... vai diz tudo... ufa!! Que rolando bem!

Aplausos! Aplausos! Aplausos!

Acertei tudo! Foi perfeito. Acho que foi minha melhor atuação. Posso ser melhor!!!

Eu deus (não entendo a diferença de Deus ou deus) é nesse medo que eu me sinto vivo, é no espiar da cortina que faço minha alegria!!

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Confissão (Buh)

Olha todos acham que eu escrevo bem, ou que eu escrevo algo. Confesso que sou uma merda! Que nem sei escrever uma frase sem ferir o português, sinceramente nem ligo. Tenho poucos motivos para orgulha dessa terra, e a linguagem utiliza aqui, nunca me interessou. Eu curto a “ESTÓRIA” FEITA, essa ficção que alguém criou e convenceu-se de história do Brasil.
Voltando ao ponto de origem (se existe uma origem). Eu não aprendi a escrever. Minhas palavras são versos mudos de minha alma em desespero. Eu declamo o que vem de mim. Não peça para eu lhe escrever algo, eu não escrevo por ninguém, eu escrevo para elas... segundo que elas não veras tudo que eu escrevo.
Meus versos são surjo, imundos ate mesmo vulgar. Mas é no sentido de viver que escrevo aquelas coisas grotescas. Visto-me de prostitua, de menininha, de demônio e ate mesmo de você em palavras para satisfazer meu ego.
Sou egoísta, pessimista e egocêntrico mas felizmente não sou você. Teria medo de ser algo que nem você. Detesto ser monótono, idiota e chato. Mas me contentaria em ter sua cabeça dependurada. Você bonitinho! De boca fechada lógico. Sempre odeie chatices, além das minhas. Sempre que vou falar de mim, acabou dizendo mas sobre você.
EU ODEIO VOCÊ! Eu me amo por ter esse sentimento mesquinho em relação a você. Nossa sinceramente você é minha piada favorita, meu ponto de distração mais engraçado. Pronto! Já posso dormir. Tirei esse peso das minhas costas! Posso dormi satisfeito e tranqüilo. E mesmo que você não saiba, e eu acho que nem vai ler isso, eu te amo. Durma bem também, meu anjinho! Onde você estiver.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

“queria que eu ajoelhasse na boate e rezasse um terço?”.

Os velhos hábitos permanecem. Café com leite, rosquinha de leite. Morenas, e o desejo ardente por sexo. Eu sou louco provoquei, muito bem provocado... o desejo rolava solto e pedia por algo a mais. Lá esta eu dançando, dançando... a Madonna sussurrava SORRY e eu dançava no ritmo ardente de dois corpos. Nada de bebida me dizia, não morde... não raque minha roupas também, plisse! Plisse! Você pedia para eu parar, mas gostava das minhas loucuras de dançar, beijar.... mas você queria mais, pedia para sairmos dali para algo a mais, eu dizia não, é só beijos, mas você insistia em mais... eu dizia não! E ficamos no não! Também já disse não quero bebidas alcoólicas, não me importa se é você que vai pagar, eu na quero!!! Voltamos a SORRY da Madonna, xiii a musica se foi e ta tocando algo que eu nem sei o que, é Madonna??? Deve ser.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Rosa ou Azul?

Acho que sujei a blusa. Será que vai manchar? Ela é nova, eu já estraguei a caminho da sua casa, você vai me achar uma criança que não sabe comer. Já é tarde para voltar em casa trocar a camisa. Eu tomei um banho na sujeira, que estranho ela parece limpa. Ela esta limpa, minha mente que continua suja, eu e meus preconceitos. Minha blusa é rosa e não aceito andar com ela. Não aceito os brilhantes, nem a estampa estranha, estou muito gay. Não que isso seja ruim, mas é estranho...
O que todos vão dizer?? Eu continuo com essa camisa rosa! Meu Deus, acabei de pecar contra ti. Ou foi você que pecou contra meus sentimentos, DEUS? É você? Aii! ele não responde, não importa se eu peguei ou se vivo em pecado ou se sou o pecado, mas desde quando devo ser o que os outros são?
Eu não vou humanizar ninguém, mas que merda a camisa não quer sair. Mãe me compra uma camisa azul? Sério, azul ta na moda! E é da cor de algo que nem sei mais... Azul ou Rosa? Ah mãe deixa disso me compra uma blusa sem cor, não serve branca. Não vou carregar bandeiras que eu nem sei de onde vem.
Mãe me compra fé, me dá uma crença de presente! Já me perdi em tantos santos e sermões... pensando bem quero uma imagem do BUDA, o melhor do elefante sagrado que esqueci o nome. ESQUECE! Compra-me paciência que estou precisando.
Maldito capitalismo! Agora eu quero comprar, já sei me um cartão de credito? Com o Buda, sem santo... pode ser roxo? Que tal tocar a musica clássica? Acho que viajei de mais...
Mãe compra cérebro para mim? Está com defeito o meu? Ou é o resto do mundo que esta diferente, podre, sujo e ridículo. Isso mãe me da um mundo novo estou cansado desse. Rosa ou azul? A minha as duas.
Eu não gosto de azul, nem de rosa. Mas a camisa continua aqui. Será que eu to de rosa? Ou será que eu to rosa? Que merda... por que não é roxo? Eu prefiro preto, pensado bem vou ficar no branco e esquecer o resto. Já sei quero uma camisa azul, ou rosa.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

nossa rotina (nih)

Nenhum premio, nem medalhas nem embalagens vazias que guardam lembranças. Acho que não gosto de guarda o passado, nem guarda você. “Tudo flui”, um bom motivo para eu não ficar vivendo segundos que já se foram.
Já brigamos, já insistimos nesse lema de amar um ao outro, nosso amor já se foi. Nossa história nem existe mais. Vai continuar aqui os solos intermináveis do violão, mas quem liga?
,O tempo é o nosso maior assassino, nosso maior inimigo, nosso maior medo. Tudo é pouco comparado aos nossos desejos, você insiste em continuar e digo para e já esta eu vamos continuar e você: “preciso ir...”
Confesso ta faltando um pedaço aqui... esta faltando os violinos do amor, faltando nossa paixão no sexo, e os beijos enlouquecidos... acho que morreu o EU E VOCÊ, acabou.
!!!Não insista em momentos feitos, planejados e te adoro. Mas acabou. ACABOU MERDA!! Foda-se tudo e todos....
Mas um relacionamento acabado, nem amor, nem raiva.
!!!Hoje é apenas amizade.

domingo, 9 de novembro de 2008

Cacos da Vergonha

Bom saber que posso ser um objeto, usável e descartável.
Eu lhe quis, mas você nem tava aqui. Você tentou me provocar...
Nada de banheiros! Nada de fugir. Seu beijos pode ser o mel do prazer mas são as raízes de um vicio venenoso.
Essas suas mãos sobre mim, brincando de amigos? Já estava num abuso sexual e nós fingindo de amigos!!! Cacos da vergonha se formarem nos meus olhos ao ver vocês... nao vamos nos matar por isso, afinal não fizemos nada... mas às vezes acho que deveria lhe lascar a mão na cara, lhe esmurrar e outro me dereto por esse seu modo de ser. Mas no fundo eu vejo em você um amigo, mas pelo contrario você me ver com um objeto para saciar seus instintos carnais. Desculpa pela falta de resistência de persistir em dizer não.
Não vou fingir de santo nem de puro.Até iria no fundo dessa "prazer" contigo... mas prefiro ter conciencia limpa.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Vírgulas

Não vou escrever poemas apenas aos monótonos, não escreverei sempre aos vivos, por que posso dedicar palavras aos mortos, os que me acompanha pela minha longa estrada negra, ou apenas me fantasiar de cordeirinho, para viver às vezes a melhor ter que fantasia a realidade do se machuca com realidade não esperai a morte sentado em minha casa vendo o tempo passar lento, esperai a morte em conflito com ela pois continuarei a voar e voar sem ter os pés ao chão e continuarei a luta por tudo o mundo meus morrendo, lutarei por meus sonhos meus ferido lutarei até o final mesmo que o fim não seja a guerra e sim o meu fim.
(21/04/2008)

Ultimas Palavras (Buh)

caminho sozinho na profundeza de minha solidão
não procuro por ti mais
não quero mais sorri para te agradar
não quero mais calar e me engasgar perto de ti
agora eu quero gritar...,
direi o que penso e sinto
perto de ti ou longe
pois não és mais nada a mim além amiga
e vai permanecer nesse sentindo
não amei você, mas me perdi por ti
você me teria à hora que quisesse...
meus conceitos de certos e errados se perdiam perto de ti
o ato de ser moralista não mais existia perto de seu semblante
em seus braços aceitaria ser o outro
mas acabou, quem sabe um dia você dança esse musica comigo
essa a qual destruí e me reconstruí de um novo modo
essa que só o vento toca
Olha! eu vou voar de novo
mas não mais verei seus olhos... não mais verei seu corpo
poderás caminhar perto de mim...
meu espírito não mais lhe obedece, não mais é seu
por uma fração de segundos estive em suas mãos, de joelhos os seus pés
mas acabaste! não me vendo o suficiente a esse ponto
sim... fui teu...engraçado a ver que no meio de uma galera
eu só ficaria contigo... e nesse meio todo mesmo sendo cantando por outra pessoa
escolhi me guardar, não me revelar, não ficar e nem me envolver com pessoas, a meu contra peso, a meu contra gosto...
a medida de se amar, existe?
meio de amar? escolher quem amar?
é improvável...
Apenas queria dedica e te eternizar em minha vida
queria apenas lhe agradecer por me ensinar a amar de novo
ao me provar que eu poderia me apaixonar...
(14/06/2008)

Velhas asas de borboletas (hec)

O sol nasceu hoje, mas eu continuo a chorar, me vendi a ti novamente. Prostituir-me aos seus desejos pelo meu corpo, você me toca me beija e é como se fosse bom, mas é ruim também.
Teu corpo suado sob mim, sua camisa perdida na sala. Meu cinto continua intacto. Não a amor. Mais uma vez o desejo me explode... Cadê minha calça? Onde esta sua timidez? Você me defende do meu medo, do meu mundo em decadência... aiiiii desculpa!! É só uma mordidinha de leve. É você ainda não acostumou com elas.
Mas meus pensamentos começam a me condenar... não, não, não não e não. Eu não vou arrancar minhas roupas e me entregar a ti... não irei fazer amor com você... você já era. Tu és passado. mais uma pessoa que eu não quero.
Quem vai me ter? quem vai me fazer implorar, me fazer correr, me fazer de capacho???

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Grandes amores não me emociona

Eu não quero viver grandes amores, nem eterno. Quero o ar do sexo ardente, quero sim! os gritos enlouquecidos... essa coisa de sentar e da as mãos para apenas beijar, não é para mim. Eu sou feito do desejo enlouquecido, do sexo ardente. Eu sou assim.
Venha, saia desse mundo de Deus... talvez eu seja um pecador, mas é no pecador, com o pecado que eu me faço religiosamente o amor...
Eu não me contento em fazer, eu quero mais. Quero mais vezes, mais lados e até mais loucuras. E mesmo que você diga que eu sou vulgar, que eu não sei nada, o que eu sou apenas carnal... é desse instinto carnal que ainda vai sentir falta, e é dessa minha loucura de dizer vamos mudar a posição que você vai sentir falta, dos meus beijos do pescoço ao umbigo te fazendo arrepia a alma.

domingo, 2 de novembro de 2008

Seus Clichês (buh)

quando esse amor acabar
vou comemorar sentado
com uma taça de rancor
verdejar por lugares intocáveis
carregar o meu coração em explosões é o que me assassina
quando clarear
o sol em forte brilho... ofuscando tudo
mesmo em dores, mesmo corroendo em paixão
refugiarei nas batidas das assas de uma borboleta
não vou mais pintar a cara!
nem corre em sua direção
(03/10/2008)

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Em Tesmpestade (buh)

"Será que eu sou capaz de enfrenta-te?"
em qual local eu me perdi?
Veja as rosas que lhe trouxe amor
molhadas na minha sede de meus desejos
molhadas no meu sangue,
no meu ódio, nas minhas lagrimas...
arranquei os espinhos cravados em mim
para furar a ingenuidade de teus olhos
Roubei rosas mortas para ti
arranco meus olhos e lhe entrego
para adoçar seu dia
bebe na minha sede o meu sangue
se afogue nas belas palavras de amor que eu nunca disse
e em cada palavra tua também
Eu me escondo em você
tentando fugir de mim

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

nós dois sem você (buh)

...vejo ele outra vez, observando tudo, até mesmo o que ele nunca deveria olhar.
ele Grita e insiste em gritar, desrespeitando a todos...
é bizarro e confusão devo assumir, ele mexe comigo, basta ele sorrir ou chegar já me derreto todo todo, odeio aquela carinha de ''eu sei'', mas é assim. Putz...
nossa! ele me balança suavemente em loucura... mas eu e ele somos feitos da mesma matéria, do instinto podre, do desejo arrogante... eu e ele perdidos e afogados, nós dois de mãos dadas e mortos pelo tempo.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

A profundidade de meus lábios


Mas um, fui apenas um para ti
Não importa se eu lhe desejei... você apenas usou... Aproveitou e viveu Cada segundo como se fosse o fim, usando me como um objeto descartável

Meu amor nossa relação acabou ali, nas sombras daquela arvore
Que guardou o segredo do nosso amor

Me fizeste sentir um Garoto de programa em teus braçoschegou ate a me perder no calor de teu corpo
Agora que acaba a relação
Perco-me, sem saber o que devo cobrar.
Dinheiro ou meu coração que ainda esta contigo

Não irei me condenar por me sentir um lixo contigo
Nem irei te culpar pela escuridão de meu sorriso
Pela minha tristeza

Vá, encontra outro Garoto que lhe dê o gosto do prazer
Esqueça o caminho de minha pernas
Tornaste sujo e vulgar de mais para estar entre elas

Não adianta plantar caramelos no meu jardim
Nem desenhar belas damas de vermelhas
Nem rosas vermelhas apagam seus erros

Saia, é tarde de mais
Não me importa quanto vai doer
Eu não lhe quero e já é tarde para lhe enfiar a mão na cara
Para fazer juras e promessas furadas
É tarde para saber o que sentes
Engula teus sentimentos
Que já não me valem nada

Corra rasque esse seu vestido
Que andas mais sujo do que eu e mais limpo que tua alma
Acabou... bou... bou...
E a minha boca vermelha...
Já não lhe pertence
Agora es nessa melancolia que perco meus dias
Minhas noites

domingo, 31 de agosto de 2008

Amor ilegal (buh)

Meu amor pagão, meu amor ilegal
meu proibido amor
o desejo de lhe amar
é o pecado que me domina
o seu mistério de ser, é o me susto...
mais uma vez suspirando por ti

Acordo com ti (buh)

Acordo em pleno dia com ti em minha mente
mais uma vez contigo
Durmo com ti,
Vejo ti o tempo todo
Basta fechar os olhos.
a cada inspirada é um motivo para lembrar que lhe amo
eu acordo de mais um pensamento adivinha com quem sonhava.

Pequena Confidencia

Em dias de chuva
me perco de amor
em dias de lua cheia
despero de amor
Choro por minha imaginação,
qu eme ilude, son hando em tocar teus labios

Figuras

Navengando no mar de minhas Lembraças
Envolvendo com o amor, com o meu amor pot ti
Choro, Canto, Danço de forma timida, de forma simples para esconder o vermelho de meu rosto

Principe de All Star (buh)


Meus cachinhos

Meu bem

Nada meu

Você é lind...


Bisaro é o tanto

que lhe desejo

o estranho é me intorpecer com sua presença


legal sou eu

te ver ver todo o tempo

meu principe,

garoto marrado, cheio de padroes e preconceitos


Você continua lá

e eu aqui, e nunca vai existir

um lugar para mim você lá

(buh)

Meu coração entra
em desispero ao te ver
se tranquiliza ao ser seu sorriso
se derrete com suas palavras.

(buh)

Meu coração entra
em explosão a cada segundo
por cada idiota

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Basta um Ritmo Romantico (buh)




Lá fora tudo se explode

tudo aconteçe

"tudo se transforma"





Aqui dentro tá tudo machucado

chorar não resolvermais

ficar calado e tentar esquecer

já nao consigo também





Sua foto continuia quieta

mas o amor almenta

cada vez mais, Sim! to apaixonado e é em teus olhos que me perco







Desculpa!!!!

Mas não peça para eu sair,

não peça para eu lhe esqueçer, se a cada passo que dou

eu só penso em tiver, se cada sorriso feliz é dado a ti




Eu sei que você já se cansou de mim

também sei que nao me queres

mas basta a brisa tocar no meu rosto

ou tocar um ritmo romantico

e já estou com você!!!

Onde está você?? (Buh)


Achava que se improviza-se

tudo daria certo

Achei que só dizer

o que sentia

e tudo estaria resolvido



Achei que cenas se

tornariam reais expondo o que eu sentia

ouvi passos, ouvi suspiros até gemidos

mas nao eram teu



Lucidez, perdi no palco

entregando a essa paixão

que hoje fere a beleza do meu sorriso



mentiras se calam

verdades se escodem

sou seu, amor

sou seu de alma

tudo seu

mas é da dor

que se nasce um novo cara

o que nao se apaixona

que vive de cinzas da beleza

entregando-se ao fogo



Pintei o nosso amor

o meu amor, somente meu amor

com traços negros

que a caneta desliza pelo papel

será apenas um livro??

Te Desprezo (Buh)

És o fim
já não me preocupo mais com nada,
já sei que estou morrendo lentamente
em nome do amor, que sinto por ti
a cada segundo amo-te
Me perco e torno a morrer de amor

Maquiagem nenhuma consegue
apagar, consertar os traços e os arranhões do que sinto por ti
Nenhuma mascara consegue me fazer
esqueçer o que sinto e nem me afastar do que é você
do que você tornou para mim

Sempre que estou perto de ti
te desprezo, te irrito, te chateio
somente para não veres que eu aindo lhe amo.

(Buh)



Que diferença faz
se eu te escrivi poemas
ou se continuo a escrever???
[...]

"... da Sensualidade" (Buh)

Tá até que fim
conseguiste me ofender
suas insunuações
ferriste-me

putz! As vezes és tão belo,
e de tanto ser belo tornaste
enjoativo e cançado


Mais uma Vez
Escrevendo Mais
e Mais a você

"Como poso" para de escrever?
"Se você você" ainda nao saiu
de meus pensamentos!
"Se você insiste" em me seguir.

(Buh)


Meu coração entra
Em desispero ao
te ver se tranquiliza
ao ver seu sorriso
se derrete com suas Palavras.
Weverton Andrade

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Abafado em Meus Sentimentos (Buh)



Meu coração de distancia,
a cada segundo tento fugir de teus olhos
fugir de você
você tornou-se algo chato
to tentando te odiar, mas nao consigo

sempre te quis, hoje nao quero mais
fujo cada vez mais desse seus olhos
fujo da loucura de te amar

ahhhhhhhhhhhhhhhh
meu grunido é abafado
cansei de dedicar a ti poemas
cansei de te amar e de ser seu
cansei de ser o verme que se arrasta em seus pes
cansei da sua cara de babaca

meu amor, transformas se em veneno que escorre lentamente por olhos

telegramas não vou receber,
a cor do céu já não importa mais
se tem estrela ou cometas caindo
não faz diferença

Meu bem, me faça feliz
se mate, se jogue contra o precipício
sua beleza hoje é o que mata
o que me enoja

você poderia cortas as cordas do balao
você poderia se matar, ou ter dizer oi
tornaste algo insignificante,

eras o dono da minha alma
meu principio, hoje és o fim de uma parte de mim
deveria ter guardado o meu corpo, para ti ???

o amor não morre, transforma-se as vezes em beleza negra
que assassina os desejo de um homem, o ego de uma mulher
o amor é lindo e feio, é a combinação equilibrada da Perfeição e Perdição

hoje sei que me perdi perfeitamente em ti
sei que te adorei, tambem sei que é uma tempestade
apenas uma tempestade... mas essa tempestade vai levar tudo o que é teu
vai levar seu nome, sua lagrimas guardadas em peito
vai levar contigo isso que os mortais chamam de amor
vai levar esse orgulho que me faz sorri para ti
que ma faz estar bem em teus olhos

eu te amei??? eu te adorei?? eu te amo??
já é tarde, você foi apenas meu opio barato
minha distração vulgar por alguns segundos
meu monstro favorito, intocavel

Você se faz de grande, de forte mas és uma florzinha

domingo, 20 de julho de 2008

Final da peça "OPOTOS"


Fragmentos da Beleza (Buh)


O tempo passa e o sentimento permanece

agora brinco de personagens, brinco de pintar a cara de vermelho

brinco de te amar,


não existe um sentido para respirar sem você

não existe mais sentido em nada sem você

você tornou se o meu centro, e é o que eu me assombra

mesmo que ninguém olhe para ti
eu olho o tempo todo, direto ou pelo reflexo do espelho


as vezes me iludo com o seu olhar

As vezes acordo de mais uma noite, onde você foi o protagonista de meus sonhos
você pode apenas sorri que eu já roubo fragmentos de sua beleza

para carregar comigo

seu cheiro continua aqui, mesmo que eu ainda nao tenha te visto


mas já a tarde de mais

o barco já se foi, e ficou apenas gravado a imagem viva dele você não enxergar mais os passos que te observa

os meus passos que te seguem,
não enxergar os suspiros enlouquecidos por ti, meu amor


já é tarde para lhe beijar

já é tarde para te dizer EU TE AMO

já é tarde de mais para tornamos um do outro

Como o barco que a pouco se foi

meus sentimentos deveriam ter ido também

mas esse meu coração ainda insiste em ser teu

ele diz que tem esperança e de o amor ainda pode acontecer

Mas já é tarde de mais diz a minha mente,


esqueçe o que passou, passou e o que nao passou vai ter que passar

Mil gaitas declara o meu amor, mas elas são minimas para chegar ao ouvido da minha Existência(meu amor)


não importa quem eu amoo quem eu deveria amar

o importante é que plebeus não deveria nunca se apaixonar por Deuses

mais uma vez parte de você apareçe

e em segundos desaparece,


minha mente pede o universo para lhe esqueçer

e ao mesmo o meu coração pede para que o meu Amor

enchergue no minimo meus olhos.


quinta-feira, 17 de julho de 2008

Life, my life (Buh)

A unica coisa que eu nao deveria fazer hoje
é escrever para você.

Quero te dizer mil coisas
mas nenhumas delas seria importante para vc
nenhuma delas me daria a atenção, ou o olhar de seus olhos

Meu refrao, minha rima e meu dia dedico a ti
hoje eu queria te ver, hoje eu realmente queria te ver
você precisav dizer nada, apenas sorri
apenas um abraço seu seria importante para mim estar feliz

Hoje eu queria te ver, só por hoje
em verdade queria te beijar me soltar em teus braços
mas vc é apenas um fantasma que me segura
vc nunca comigo, mas sua imagem ta o tempo todo

Chegou??

Maior idade. Sem plano de saude

Sem um amor, Sem trabalho

Sem o meu coração que nesse momento vaga por longe de meus olhos

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Desgraça, princesa e duende (Buh)

-Corre vem aqui preciso lhe contar uma lenda:
-Ora eu já não tenho mais idade para acreditar em lendas - disse o duende à princesa
-Sabe eu adoro lendas, e o meu avô me contava muitas, apenas achei que você fosse gostar de ouvir lindas historias e pessoas normais, às vezes me canso desse mundo "mágico", queria ser humana, quem sabe assim eu seria feliz - disse a princesa
-Que isso creio que deve estar ficando louco. Ninguém acredita em humanos. Humanos é apenas uma Lenda, para disso, sei eu acho que você esta precisando comer mais, ou melhor voar nas assas de sua fênix ou de seu dragão dourado - Disse o duende meio constrangido
-Mas Bip, eu ainda posso sonhar, e sonho em beijar um humano que invade meus sonhos, queria beijar os lábios dele, ai ele é lindo, eu acho que sim sabe flutuar sobre o chão - diz ternamente a princesa
duende irritado:- JÁ DISSE, A PORRA DOS HUMANOS NÃO EXISTE, E ELES NÃO SABIA VOAR, ELE NÃO SÃO NADA, APENAS VIVIAM COM SUA GANANCIA NEM MAGIA ELES CONHECIA.
no dia seguinte a princesa descobre que o homem ao qual amava existia, e que os humanos também existia e havia uma passagem secreta para ele ver o amado. Em verdade o Governo dos humanos e o Rei tinham feito um tratado de selarem a passagem. Assim ambos os povos aos poucos foram desacreditando da existência de outro povo diferente.
A profecia feita por uma feiticeira druidica dizia que somente um amor quebraria os feitiços da passagem e uniriam os dois povos de novo.
Na caminhada pela floresta a princesa Wibby encontrou a passagem, e por sua pressa entrou no mundo onde vivia aquele homem que arranca todo o ar dela. Conhecendo ele e se apaixonado mais por ele, ela se viu triste, pois acabou descobrindo que ele não a amava e não sabia da existência dela.
Então ela voltou à passagem e quando chegou ela descobriu que não poderia mais voltar sem ele, então ela caminhou ate o mais alto subiu ate o ultimo andar, ficou na beira e ficou olhando para o chão, Então os bombeiros, policiais... chegaram e disseram não PULA não PUla, Vem para cá...
Até o amado chegou e disse: - não se jogue, vem comigo...
Ela bem nós olhos dele e disse de cabeça erguida mas com os olhos chorando: - Eu larguei o meu mundo para me entregar a ti, mudei meus hábitos, locais tudo por ti, Mas diga ao menos o que ficou de mim em ti??? diga quem sou? o que eu já fiz ou o que não fiz? diga o que eu sinto por ti?? diga algo?
Ele se calou olhou para chão e disse vem comigo vamos tentar ser feliz, e olhos profundamente dentro dos olhos dela.
Ela limpou todo o rosto, sentiu se segura pelo olhar dela e profano ao vento: Eu era uma princesa, larguei o salto, deixei que as mascaras caí-se por ti... hoje não quero estar ao teu, mas meu peito inda tem esperança de te ter, e é por essa esperança que irei voar, sempre quis voar, por mim mesma vou voar, mas saiba de uma coisa: Eu te amo!
O homem correu rápido ate a beira do prédio mas já era tarde de mais ela já estava voando, era a primeira vez que ela voa e foi a ultima também.

domingo, 13 de julho de 2008

Dia Mundial
do Rock
Viva!!!
Viva!!
Viva!
13 de JULHO dia do Rock

Imortal Inocencia (Buh)



eu deveria me entorpecer com a droga mais barata
para comemorar sua existencia
deveria me prostituir para enfatizar o meu corpo
que já é mais seu do meu

deveria cortar meu corpo para apenas desenhar nos lençoes de minha cama seus olhos, que olham profundamente minha alma
deveria me acorrentar a falsa ilusões que nem essa que me acorentei

eu devia ter deitado com o maximo de mulhres possivel e com os homens também para apenas declamar o que sinto por ti
meu amor deveria ter te amado mais???
Eu realmente tinha que ter te conhecido??
no final acho que você foi apeanas um lindo sonho
ou melhor um grandioso sonho
que tortura mais que um pesadelo
que machuca durante dias e dias iludindo o idiota aqui

deveria ter acorrentado o meu coração a vadia que se vende a esquina,
que ilude os marinheiros que faz promessa os ricos,
iludindos mais e mais um idiota

realmente meu corpo, meu coração e minha alma são tudo seu
meu versos são escritos exclusivamente a ti
meus pensamentos sao todos envolvendo ti
mas e dai?? quem liga?
faz alguma diferença para você?
já na importa mais se eu estou aqui ou no inferno

você já não vê mais nada e nada
e mais uma vez eu me ilude
e mais uma vez eu me estrepei
mas uma vez fui que chorei no silencio da noite
foi que sorri para disfarça os grunido do peito
foi eu quem se matou de amor por ti

deveria ter me corrompido
vendido e manipulado deveria ter me entorpecido com drogas baratas
e não com sua presença

deveria ter me iludido com sonhos criativos e não com você
deveria ter sorrido para o mendigo e feito a boa ação
de me da a ele também deveria ter mando ti ao inferno e cruficicado meu peito de idiota
deveria ter me esquartejado ate o ponto onde que dor física
domina-se sobre o dor da minha alma
que arde de ódio por te amar deveria ter sido mais um abusado sexual
deveria ser mais uma vitima de uma bala perdida ou de um atrupelamento



deveria ter insistido para o estuprador violar meu corpo
logo meu corpo que para mim
sempre foi o meu maior templo
meu maior santuário
meu maior respeito sempre orgulhei de mim mesmo
indiferente de como eu fosse ou o que eu fosse fazer
hoje enojo sua imagem estampada por todo esse corpo
repudiou minha existência e descarto tudo o meu amor
mas ele insiste em voltar e me atormentar
deveria corta todo minha cara, para quem sabe você pudesse ver a cor de olhos e a sua imagens neles também

hoje nada mais vai me abalar
nada mais vai me fazer sofrer ou ter pena
começo a te achar ridiculo, e começo a te esqueçer
só por hoje vou me lembrar da sua imagem, por que ela nao sai do horizonte,
irei lembrar de seus olhos por que eles me seguem
irei lembrar de seu cheiro por que ele aind ame ilude

só por hoje irie me prostituir
serei apenas uma viuva que espera na praia seu marido voltar
e acaba envelhecendo sem ter noticia dele
é isso que espero pois posso até te amar
mas não significa que serei seu.

quinta-feira, 10 de julho de 2008


Ele é Feliz?
É engraçado! Sim ele é muito engreçado de oculos
mas ELE TA FELIZ?
só pq ele rir e brinca todo o tempo ELE É FELIZ???
será o pq dele ser tao dodinho deixa ELE FELIZ???
Voce acha ELE FELIZ?
Diga me a mim se ELE É feliz

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Luto ao Teatro Theatron Cultura

Teatro Theatron Cultura
Divinópolis perdeu um dos simbolos culturais de sua cultura, morreu um sonho do Sr. Lindofo Fagundes. Esse teatro que viveu peça e peças, ali foi apresentando em 18 anos muitas peças...
atores que apresentaram varias peças ou apenas uma. outros apenas viveram na plateia para admirar cada cena que se passava pelo tablado.
Hoje o drama nao sera assitido e sim sentido em carne, o teatro se fecha, para sempre, sua cadeiras vao sendo arrancadas. vai na mente ficara esposto, guardado o Theatron, ao qual nos marcou muito.
Marcou essa cidade. Esse rancho que não luta enem reconhçe o simbolo cultural.

sábado, 5 de julho de 2008

Só (Buh)

Só por hoje vou dizer não

Só por vou ser eu.

não sendo eu ao fundo.

vou curtir a vida dançando Madonna

e jogando espinhos pela janela

não beijarei ninguem, para zelar de me corpo

não me venderei nem beberei o sangue da amada

só por hoje não!

quinta-feira, 3 de julho de 2008

às vezes (Buh)

às vezes nos campos da guerra nasce flores para encantar o local e apagar o sangue derramado...
às vezes nós apaixonamos e a paixão se vai como o vôo de uma borboleta,
às vezes é preciso sofrer para reconhecer que amamos, às vezes é preciso amar para sofrer, mesmo sabendo que vou me “fuder", viverei cada segundo como se fosse a eternidade mesmo que seja em mililitro o que aconteça, farei o melhor para ela...
estranho??? bizarro? é a vida que estapeia as pessoas...
eu acho que o carnaval esta chegando, pois já estou vendo todos fantasiados e tudo colorido!
ou será que algo aconteceu pois ta tudo lindo, ate a destruição ficou encantada, a magia invade a casa para contemplar o amor que em peito reina.

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Faça de Besta! (Buh)

Faça de besta! de ingenuo ou de bobo
que fazer de conta que não existo
que fazer de besta com as minhas indiretas
posso te amar hoje!
mas isso pode passar
posso delira por vc
por ficar extasiado com sua presença
mas isso uma hora passa
posso ser todo seu
posso ate sonhar em caminhar com vc nas estrelas
ou me perder nos seu labios
Mas posso acodar desse sonho
posso paraser um virgem segurando o terço a mao
mao sera o msm terço q seguro que iria chicotear te

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Traga o Vinho Barato e Vamos Comemorar


Vamos comemora a morte dos pobre nordestinos aos quais ESSE ESTADO não faz a Homengem a eles.

Vamos comemora as falhas desse governo e a posição retardada desse povo bestificado

vamos comemorar as leis enfandonhas e vilipendiaveis aos quais não sai do papel

vamos comemorar o "parodaxo" desse Estado ou seria estado

nosso Estado onde a politicagem domina e aconreta a politica


aqui onde o lufice mora e mostra os anjos da favela,

nos anjos do senado, do congresso,

nos anjos mudos e preguisoso o seu PODER


se terra onde o contrabando, a pirataria, a violentação almoça junto com o governo

aqui onde as carceragem sao desqualificadas e destruturadas

aqui onde todos vivem presos por medo


Aqui vai o pequeno texto para todas as mulheres que não foram estupradas e desejaram ser estupadra por um Homem alto, lindo, dos olhos azuis...


Aqui vai um viva para todas as velhinhas que desejam ter um orgasmo e se contenta em ver o marido roncar anoite...


Aqui vai uma comemoração a todas as meninas que desejaram fazer sexo oral e não fez por medo do que as amigas iria dizer,


Aqui vai a todos os homens que desejaram beijar outros homens e se contentaram em beijar uma mulher pensando em um homem


Aqui vai um viva para as bibas dos padres e pastores que recriminam, condenam o homossexualismo quando na calada da noite se deita com o ministro, ou abusa do coroinha


Um viva a todos que tentam fingir que gays não existem


Um viva para toda a prostituta que sabe ser profissional


Um viva a todos que não vive seus sonhos e se relacionam por se relacionar,


vamos celebrar a vida do crapula que usa e descarta as pessoas


vão celebrar a burrice humana e a falta de Cultura e Educação


vão celebrar o presidente ignorante e o presidente Terrorista


Vamos celebrar a porra de um Estado morto


Vamos celebrar a minha burrice

Homens que Olharei


Só por hoje vou beijar homens

para sair dessa rotina louca que ataca meu dia dia

só por hoje não vou desejar os lindo seio de uma bela mulher

vou desejar o quadril sedutor daquele garoto se prostitui

no litoral da vida, só por hoje vou beijar

Só por hoje vou observar o corpo do padeiro, do fotografo

só olhar as pernas do bailarino, o peito escultura do pedreiro

e logico vou me deitar com a beleza do mendigo

vou fazer a barba com a motossera,

e vou aparar as unhas no esmeril

irei me produzir com a dor da vida

para os homens dessa sociedade

Meu amor só por hoje queria te contar

que suas tentativas baratas

não vão me conquistar.

Essa carinha de criançinha que perdeu o doce

não vai me fazer fazer render-se a te

eu não quero uma menininha,

Eu um quero MULHER.

"O Pequeno Circo Intimo do Amor"

Estou confuso
com medo
to mais calmo do que da ultima apresentação
mas ainda esta dando um frio na barriga so de pensar
Agora eu era heroi
agora eu era um bobao
as vezes tenho uma certeza incerta de que essse ancedade nunca vai acabar
Só por hoje: "O Pequeno Circo Intimo do Amor"
Abertura do Circuito Neac 2008
que todas as apresentações estarei um pouco nervoso

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Uma menina? Uma Mulher.


Ontem estamos nós

na escolinha brincando,

esperando a mamae chegar

no patio, no "trepa-trepa"


ontem ainda já estamos ao
Patronato era no Patronato

brigamos, separamos e aqui estamos


a cada nos aniverarios juntos sorrindo

com pizza, ou com "ovada" da cabeça,

brincando pulando mas cantando parabéns


choramos dias e mas dias

seria eu o padrinho de um filho perdido

eu ate amei, sei conheçe-lo

suspirei... te


hoje lagrimas escorre desse olhos verdes

hoje lagrimas desse em vao sem sacrifica a ferida aberta

não é injusto, pois tudo ja tornos se injusto

e todo injusto a sociedade ja julga justo


a tempestade não passa

as lagrimas nao secam

o peito nãoparam de doer


dividimos segredos, mentiras e brincadeiras

trocamos bilhetinhos, abraços de consolo

e lagrimas de felicidade


Mary nossa amizade

seja eterna

pois você é demais

eu sempre vou te admirar

te amo, menina!

te amo, mulher!

domingo, 15 de junho de 2008

Alquimista do Amor

Só por hoje não direi eu Te amo!

Surfando por Fotografias


Ontem só o seu olhar marcou minha tarde

me marcou, ontem foi diferente foi um olhar

de...


Eu queria pensar e dizer o que eu acho

queria por momento naquela escada olhar

dinovo em seus olhos... e beijar-te

mas meu corpo permaneceu em silencio


Vou institir em fingir que nada existe da minha parte

que eu não me balanço por ti

que você não vê a cor rubra feito sangue estampado em por ti

você não vem mas todos os dias eu te entrego rosas, rosas de caricias

o tempo se passa lentamente agora...


a humildade aos pucos fogem de minhas maos

tenho medo do que vou tornar

pois o tempo passa lento e eu já não acamponho as mudanças

as fotografiasmostra novos traços, novos cores e caracteristica

que eu não via ao bom tempo em mim

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Meu coração entra em esplosão a cada segundo por cada pessoa insana.
A morte é a Diva
pop que estupra
tanto o pobre como o rico
A melancolia é minha
fonte de existencia e inspiração
Eu sou um personagem que vive em fadigas
por minhas lembranças.
Ele se veste na iornia de quatro letra as vezes aparece ate ser 3 em outros dias sei que são cinco
ele nada caminhado nas nuvens e saltando de vão em vão...
ele olha para o lado e promete a prostituta de fazer feliz
Quem ele engana???

domingo, 8 de junho de 2008

The Power

Ele olha tudo ao redor reparando os detalhes nus do corpo dela na cama

ela chamando ele: "vem amozinho mostre me seu poder"

ele olha o corpo dela e repara os detalhesde que ela esta repiando de frio,

mesmo com frio ela prefere exibir sem medo seu corpo

Ele olha para o espelho liso e limpo mais um vez

caminha em direção a cama, tira levemente aquela blusa

ele observa ela mordendo os labios, e levemente expoe a ele seu corpo escultural, ela se senta a beira da cama, leva a mão a até o botão da calça dele, abre lentamente para provacalo. Ela desçe a calça, observando a proa do navio que se formava a sua frente. Ele afasta um pouco e retira a calça ate o fim, nesse intervalo ela se levanta e joga ele na cama, eles se beijam loucamente. Ele ....

to be continued

quinta-feira, 5 de junho de 2008

é estranho olhar perdidamente para o nada
quando em nada eu sou feito
com o nada fez tudo??
mesmo contudo que esse tudo eu vejo e sinto
continuo não sendo nada, não fazendo nada.
eu sou escravo das minha proprias canções
sou escravo dos meus pensamentos libertinos
que donina minha existente e resplande no meu ego
meu coração és hoje nada mais do que um bomba
meu corpo não é nada mais do que um objeto mecanico
mesmo sendo um palhaço, mesmo não tentando viver a realidade
fugindo da vida pelas janelas do universo
Sou um objeto... mas nunca fui o objeto de alguem
e não vai ser agora que vou me cair
e tornar minha palavras opostas os fatos
taque a primeira pedra que nunca se descepcionou por amor
e quem me condem a fuguera quem nunca errou por amar

terça-feira, 3 de junho de 2008

Tres Viva a Cidade Divinópolis que completa 96 Anos
Viva!!!
Viva!!!
uuuuuu...
nem tudo é como se planeja e se espera

sábado, 31 de maio de 2008

A politicagem domina esse Estado.
e o meu estado é lastimavel a ver corrupção de mão dadas
com o governo... hoje a liberdade é presa
e vivemos uma ditadura, onde nós nos encontramos deficientes fisico
e mentais por naum conseguir mover se perantes tantos rombos e rombos
Os corvos voltam a senzala para tentar justificar e e recompensar o sangue do negro escorrido
com o tragico sistema de cota.... o Negro não precisar de vantagem para ser aprovado. Pois Ele tem capacidade mental de passar num vestibular.
os pobres desse pais precisam de educação e não de vantagem para se entrar numa universidade.
Começei a escrever a vida de Sofia,
uma personagem que invadiam minha vida
ela é ainda inocente,
tem apenas 16 anos
ela ta tendu comflito com sigo mesmo do que viver e amar, e principalmente o que é certo e errado.

"Campanha pela vida
Cada um cuida da sua ... "
(roubado do msn de um amigo)
Leia e se encante uma Literatura fascinante e admiravel

Estou a beira de uma falencia catatonica da minha existencia
não importas se eles gostam ou não de minha mascara
não sei que eu amo e do que eu vivo...
mas isso não importa
não ligo a TV, por rebeldia
não estou querendo julgar as pessoa de bem ou mau
pois em verdade "realista" são todos maus e todos do bem
somos a luz negra e a branca em união
...

quinta-feira, 29 de maio de 2008

domingo, 25 de maio de 2008

...Mas uma vez sem palavras para dizer
sem sentimentos para descrever
sem palavras vividas...

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Sim estou a venda mas a sua espera
apenas para ti...
basta pagar com "mil rosas robadas"
e por quem mais você robaria???
as vezes me perco e ao teu lado jé me encontro
e reparando em ti vejo que meu coração se perdeu
pois nós não somos nada... nenhum um tiquinho feitos um para o outro
axu que me perco a cada segundu ao me iludir com que não o meu
mas em sinseras palavras nem penso tanto assim em você...
ja pensei mais... acaba o que restou foi o segredo de amizade
o vingir que não existo....
mas isso não estava no texto!!! e eu estou dizendo falas que não sao minhas

terça-feira, 20 de maio de 2008

Eu me sinto o curinga
me sintio o diferente
o esquecido o louco na sociedade conservadora
me sinto o mendigo no meio da elite
Mas afinal eu sou diferente
e acaba que minhas diferença se decatam
se sobresaem a multidão
no meu caminho a luz e as trevas caminham em harmonia
eu não sou nem mau nem bom sou apenas eu
pois tento viver em equilibro
mas continuo sendo o Diferente...



Se essa sua rua


Se essa sua rua


fosse minha


eu mandava


eu mandava


ladrilha


com cacos de vidro


com cacos de vidro


para meu amor passar


segunda-feira, 19 de maio de 2008

Estou sem palavras para denifir minha vida
chegou num momentoa qual o que escrevo são ápenas barras e pontos
a letra se misturam e fogem do papel
eu não tenho alguem para eu escrever
meu coração esta lento na atuação...
meu cupido se entorpeceu e tá tendo uma overdose
é creio que vou morrer só
mas do que mais feliz eu viver sem ter que da satifação de minha vida
certo nomes me cantam me induzem a beijar até a namorar
mas nunca me indentificou com os nomes e nem com as pessoas
não que seja os nomes... mas representação de cada personalidade
meu cupido??? meu anjo se matou não suportou a pressao de meu dias de melancolia
demonio? deus? Pessoas como eu não precisa de um...
hoje é um bom dia para se matar pobres velhinhas e alimentar se das almas delas

sábado, 17 de maio de 2008

As portas se abre a novos horizonte
o coração se abre a novos amores
com esperança de viver um unico amor
agora eu sou de alguem???
eu sou assim? como assim?? assim???
ninguem nunca me viu
me escondo na mentira, na loucura, no teatro, na realidade
mas nunca me mostro... portanto ninguem nunca me viu!

Eu vejo o CAMINHO mas não te vejo Nele...
Esculto mil vezes a mesma musica
mas não esculto a sua voz
mesmo estando uma ao seu lado
ausencia é o que eu sinto por ti hoje
bisaro é que eu senti antes
amor é o que eu sinto por outra
ilusão é o que você vive com um...
delirios são o que você vive com outros...